Apostas esportivas vê possivel crescimento no Brasil

Um relatório recente da empresa BtoBet, especialista em fornecimento de plataformas eletrônicas de apostas esportivas e iGaming, prevê um forte crescimento desta atividade no Brasil nos próximos. O relatório, cujas principais conclusões foram divulgadas recentemente pelo site especializado GamesBras, aponta o conjunto da América Latina como tendo excelentes condições para este cenário.

Interesse por esportes e tecnologia no terreno
A região da América Latina combina o interesse por esportes e o forte uso de tecnologia como principais fatores a potenciar o crescimento dessa atividade. A região tem números de utilização e acesso à internet superiores à média mundial, que é de 53%; por aqui, chega a 66%. No caso do Brasil, além de ser o maior mercado, é também aquele com os maiores números de ligações móveis, sendo 73% através de celular.

Para as casas de apostas internacionais que disponibilizam suas plataformas para equipamentos mobile, é de fato uma grande oportunidade de negócio. Até porque, como refere o mesmo relatório, a generalidade dos países da América Latina tem sistemas de apostas antigos, baseados no 1X2 e que não permitem todas as possibilidades que as novas plataformas oferecem.

Para estes players internacionais, geralmente baseados na Europa, o fato de apenas duas grandes línguas serem faladas neste mega mercado de 600 milhões de pessoas ajuda à sua penetração. Entretanto, cada país tem seu próprio cenário particular, e a adaptação às condições locais será uma chave do sucesso das operações de cada empresa. A notícia do GamesBras aponta uma das conclusões sugeridas no relatório, referente às diferenças de gostos entre mexicanos e brasileiros (dois dos maiores mercados nacionais dessa área): os mexicanos têm alto interesse nos esportes dos Estados Unidos, o que não acontece entre nós.

Falta de regulação cria condições favoráveis no Brasil… para empresas estrangeiras
O caso do Brasil tem outra particularidade. Para poderem apostar legalmente, os brasileiros têm de
acessar sites como o apostasbrazil.com.br e encontrar opções baseadas no exterior, caso contrário
poderão até estar cometendo uma contravenção. Isso mesmo foi confirmado ao site Terra por Jair
Jaloreto, advogado criminalista, que referiu que não é só a operação de sites de apostas esportivas no Brasil que é proibida pela lei: o ato de registrar apostas também é, ou seja, poderia resultar em
penalizações para o apostador. Uma vez que o site é baseado em outro país, isso já não está coberto pela lei e por isso não é proibido.

Essa ausência de regulação (baseada em uma proibição que, na teoria, resolveria qualquer situação) cria este cenário que faz com que empresas internacionais façam extensa publicidade no Brasil a seus produtos de apostas esportivas – sem qualquer concorrência de empresas brasileiras, que não poderiam atuar pois a lei não permite.

Com este cenário, tanto no Rio de Janeiro como no resto do país, é de esperar uma forte “aposta” das marcas nos próximos tempos.

Twitters