fbpx
Colunistas Lys Lawrence e o mundo holístico

Ayurveda, a ciência da vida

Ayurveda

Oi! Meu nome é Lys Lawrence, eu sou nutricionista holística formada pela IHN Canada, Reikiana nível 3 certificada pela Assossiação Brasileira de Reiki, Pranic Healer certificada pelo IPB, e apaixonada por bem estar e todas as coisas naturais, certificada pela vida! 😉
Hoje eu estudo e trabalho com Ayurveda, e é sobre isso que vou escrever pra vocês hoje.

Passei a minha vida inteira sem saber o que era Ayurveda, acho que nunca nem ouvi esse nome até um ano atrás. No natal de ’18 meu cunhado deu presente pra minha irmã um livro de culinária Ayurvédica Vegana, e ela neeeeem tchum. Fui morar com eles, e vegana que sou, virei bicho de 7 cabeças pra eles. “O que será que ela come??” se questionou minha irmã, que hoje em dia é vegana também e sabe que comemos de quase tudo(parabéns Deli e Arnaldo, eu amo vocês!). E aí foi que ela lembrou do livro que ganhou e veio me mostrar. Eu fiquei encantadíssima! Que mundo era aquele que eu nunca tinha nem lido sobre, mas já me conectava tanto? Lendo sobre, tudo fazia sentido, e logo fiz um teste pra descobrir o meu dosha e me descrevia tão bem sem me conhecer!! Sabe quando a gente lê horóscopo? É que os Doshas são, assim como nosso signo, parte do que nos faz tão únicos.

Resolvi pesquisar sobre, e agora que trabalho com isso, posso te contar mais. Afinal o que são esses Doshas??
Antes de responder isso, vamos entender o que é Ayurveda.

Ayur = Vida
Veda = Ciência
É a “ciência da vida”.

Ayurveda é a medicina mais antiga do mundo, sobreviveu a milhares de anos de vários governantes e lutas políticas na Índia. Felizmente, a Índia conseguiu preservar essa ciência, e agora ela se expande em todo o mundo graças à internet, à yoga e o interesse do ocidente no espiritualismo, e na busca por melhora.

Ayurveda tem tudo a ver com a compreensão e o equilíbrio das leis naturais, e é baseado no princípio de que a Mãe Natureza e o corpo humano são um, e os mesmos princípios governam os dois: terra, fogo, água, ar e éter (espaço), os 5 elementos.

O objetivo do Ayurveda é trazer um equilíbrio, olhando o mundo em termos de qualidades, como por exemplo quente e frio, pesado e leve, oleoso e áspero.. São 20 qualidades. Essas qualidades se combinam para criar os doshas.

Doshas são o conceito central da Ayurveda, pois eles representam forças energéticas da natureza dentro do corpo e da mente.
Tudo na vida, eu, você, seu cachorro, a árvore da esquina, a cenoura que tá na sua geladeira, todos somos feito da combinação dos 5 elementos: terra, água, fogo, ar e espaço(éter). E cada um tem uma proporção única desses 5 elementos.
E esses elementos se combinam exclusivamente para criar os três doshas: ​vata, pitta e kapha. (a pronúncia ocidental é kapa, mas em sânscrito se pronuncia kafa)
Existem pessoas pra cada um dos tipos, e há pessoas que são vata-pitta, vata-kapha, pitta-kapha, ou tri-dosha.

Cada dosha é composto principalmente de dois elementos principais:
Vata é feito da combinação da natureza especialmente móvel do ar e a qualidade espaçosa do éter. No corpo e na mente, vata é aparece como movimento, criatividade e fluxo de respiração.
Pitta nasceu da combinação da intensa natureza transformadora do fogo e a fluidez crescente da água. No corpo e na mente, pitta se expressa na digestão, inteligência e metabolismo. E finalmente, a densidade sólida da terra e a coesão de ligação do água, foram kapha.
No corpo e na mente, kapha é como amor, estrutura, e a lubrificação das articulações e tecidos.

Cada pessoa tem a sua proporção única de vata, pitta, e kapha dentro de si, e isso é o nosso modelo individual para uma saúde ideal. Isso influencia significativamente nossas tendências físicas, mentais e emocionais, bem como nossos pontos fortes e vulnerabilidades. Essas diferentes composições governam quem somos, como nos comportamos, pensamos e o que fazemos. Pra saber qual é o seu dosha deixo esse link externo: http://www.ayurvedaonline.com.br/doshas.asp

Compreender os doshas é uma ferramenta maravilhosa de auto-conhecimento, autoconsciência. Com o tempo, os doshas podem te ajudar enxergar melhor como você lida com situações pessoais, te guiar e ajudar a entender que caminho seguir quando e onde precisar.
É muito poderoso poder entender também, que cada um tem um tipo de corpo, e assim poder nos aceitar melhor. Cada Dosha tem um tipo:

Vata:

Assim como o ar, geralmente de estrutura leve mais fina, vata tem muita energia com momentos repentinos de fadiga. Muitas vezes, com pele e cabelos secos, combinados com mãos e pés frios, os vatas tendem a ter um sono leve e a acordar com facilidade. Quando desequilibrado, vata pode se manifestar na perda de peso, fraqueza, hipertensão e inquietação.

Pitta:

Geralmente, de tamanho e peso médios, os pittas também costumam ter ótima digestão, muita energia e um grande apetite. Mas, quando desequilibrados, os pittas também podem lidar com acne, úlceras, calor corporal excessivo, azia e indigestão.

Kapha:

Geralmente têm uma constituição forte, osso mais largos, e uma pele brilhante; eles dormem e comem bem. Mas, quando desequilibrados, os kaphas podem se inclinar para inchaço, ganho de peso, retenção de líquidos, alergias e depressão.

Ayurveda usa diversas abordagens para equilibrar nossos doshas, e consequentemente nosso corpo, mente e espirito. Meditação, leitura e limpeza dos chakras(relaxa, vou falar do que é isso também :p), yoga, massagem, muitos óleos para passar na pele e ingerir ~ vou falar disso mais pra frente, mas por exemplo, se você é Vata você precisará hidratar e nutrir seu corpo mais ~ e ervas, muitas muitas ervas.

É claro que existem muitas facetas no Ayurveda, mas do ponto de vista alimentar, isso significa consumir alimentos que trarão esse equilíbrio. Em vez de considerar os alimentos como diferentes misturas de produtos químicos, ou consumir alimentos observando os macronutrientes, a Ayurveda considera os alimentos como a combinação dos cinco elementos , queles que eu falei lá em cima – espaço, ar, água, fogo e terra. Eles devem trazer equilíbrio, observando como os elementos da nossa comida e como as qualidades interagem com os mesmos elementos e qualidades em nossa fisiologia. Há uma grande ênfase na digestão no Ayurveda, pois é isso que transforma o que comemos em energia para o nosso corpo e, por sua vez, afeta nossos pensamentos e sentimentos. É a manutenção desse fogo digestivo, que também é uma ênfase central do Ayurveda.

É por esse motivo que cada um de nós exige uma dieta muito particular. São os alimentos que escolhemos colocar em nossos corpos que depois moldam ainda mais nossa força física e mental. Com base no seu constituinte, o mesmo alimento saudável que você come e trabalha para você pode ter um efeito muito diferente em outra pessoa. Por esse motivo, o uso de princípios alimentares que permitem vincular suas necessidades físicas e mentais a alimentos e temperos pode ajudar muito a viver em harmonia, com pura consciência.

Em resumo, assim como o mundo ao nosso redor é feito de diferentes elementos físicos, o mesmo acontece com todos e cada um de nós.

Obviamente, Ayurveda é uma ciência inteira por si só, e o que você leu aqui é só uma introdução. Uma vez que você sabe qual é a sua constituição, você pode começar a sua jornada de bem-estar.
Temos muito a explorar e aprender juntos, e eu vou postando com calma um pouco mais sobre cada dosha, dicas sobre a rotina diária, como criar uma dieta mais personalizada, óleos que são bons pra você, o que comer pra manter o equilíbrio dos doshas, entender quando é importante fazer uma limpeza, e mais. Então não esqueça de ficar de olho aqui na coluna.

Com amor,
Lys

Rio Notícias

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

  • Adorei a matéria! É muito importante mesmo ter uma vida holística pra que tudo corra bem e a saúde do corpo, mente e alma fique boa! 💕💕💕

Clip da Semana