fbpx
sem categoria

Entenda as principais diferenças entre dengue comum e a hemorrágica

dengue

A dengue comum e a hemorrágica são a mesma doença, o que muda é o nível de sua gravidade. Desde 2014 a dengue passou a ser classificada como dengue, dengue com sinais de alarme e dengue grave – essa última correspondendo à dengue hemorrágica.

É importante que o nível de gravidade da doença seja diagnosticado o quanto antes, para aumentar as chances de cura através de um tratamento adequado.

A dengue comum se manifesta através de um quadro clínico variável e os principais sintomas são dor de cabeça, dor atrás dos olhos, boca seca, sede excessiva, náuseas, vômito, febre alta, pequenos sangramentos no nariz, gengiva ou na região gastrointestinal, dor muscular, no fígado, ossos e articulações, além de dor abdominal generalizada, erupções na pele e coceiras.

Para esse primeiro estágio o tratamento recomendado é repouso e hidratação, além de fazer uso de uma medicação contra os sintomas, como analgésicos e antitérmicos (dipirona e paracetamol). O tempo de duração da doença é de aproximadamente sete dias.

É terminantemente contraindicada a ingestão de medicamentos que contenham em sua composição o ácido acetilsalicílico. Isso porque a dengue já reduz a produção de plaquetas pelo organismo e o consumo dessa substância aumenta as chances de desenvolvimento da dengue hemorrágica, agravando o quadro da doença, pois inibe o processo de coagulação sanguínea realizado pelas plaquetas.

A dengue grave ou hemorrágica apresenta sintomas similares à dengue comum, porém, evolui rapidamente para perda de consciência, forte dor abdominal, dificuldade respiratória, insuficiência circulatória e taquicardia, oscilações entre pulso rápido e fraco. O risco de morte é elevado nesse estágio, portanto é essencial consultar um médico especialista para iniciar um tratamento específico para o caso.

A doença atinge esse nível, principalmente, quando é contraída pela segunda vez e as complicações são mais comuns caso o paciente seja infectado por um tipo diferente de vírus – existem quatro tipos de vírus causadores da dengue já identificados no Brasil.

Veja também:
👉 Origem do mosquito Aedes Aegypti, reprodução, etc…
👉 
Aumento de casos de Dengue e óbitos assustam em 2019

Clip da Semana