fbpx
Blog do Rio

Fake news da poderosa? Paes pede eleições limpas. Crivella inelegível?

– Para quem faz campanhas constantes nos seus meios de comunicação contra as fake News, parece que a “Toda Poderosa” tem a filosofia “faça o que digo, mas não faça o que faço”. Veja a nota divulgada pelo MP/RJ. “Em relação à matéria “Ministério Público denuncia Flávio Bolsonaro e Queiroz por ‘rachadinha’ na Alerj”, publicada pelo jornal O Globo segunda (28/09), o MPRJ, por meio da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos (SUBCRIM/MPRJ), esclarece que, até o momento, não há denúncia ajuizada contra o senador Flávio Bolsonaro nas investigações referentes a movimentações financeiras em seu gabinete no período em que era deputado estadual. A Instituição lamenta e repudia a divulgação de notícias relacionadas a investigações sigilosas, sem qualquer embasamento ou informação oficial por parte do MPRJ, o que causa prejuízo à tramitação do procedimento e desinformação junto ao público”. Ai, ai, ai apuração..

Ex-prefeito lança campanha e pede que adversários evitem fake news

– Eduardo Paes lançou sua candidatura á Prefeitura do Rio de Janeiro. Na live sob comando de Dudu Nobre o ex-prefeito fez questão de mostrar sua veia de sambista, sem deixar de brincar, “não sei cantar e estou rouco!”. Mas ele falou muito sério ao afirmar que quer fazer o Rio voltar a dar certo. Porém vai ter que combinar com vereadores que em nada tem ajudado a cidade. DUDU PAES também convidou todos os candidatos a fazer eleições limpas, num pacto contra as Fake News. Você acredita? Eu não! Então querido ex-prefeito você vai ter que ser muito encantador e usar seu charme para evitar que seus adversários apelem para as baixarias. Sorte aí!

Prefeito não pode concorrer a reeleição..só que, talvez, não

– Crivella está inelegível até 2026 e sua defesa vai recorrer da sentença. Mas parece que sua impossibilidade de não concorrer pode virar ficção ou fake news. Segundo especialistas a inelegibilidade do prefeito/Bispo ainda não está configurada. Pois ele pode entrar com embargo de declaração em três dias depois da publicação do acórdão. A inelegibilidade só se opera depois do julgamento do embargo. Ou seja, o prefeito/Bispo pode concorrer a reeleição sob liminar. Porém se no julgamento do registro dele a inelegibilidade não estiver configurada, a inelegibilidade dele só vai poder ser deduzida depois da eleição. E mesmo que ele não consiga  liminar, ele pode concorrer sub judice desde que recorra. Então, ele vai recorrer da decisão do registro que indeferir. É “bispo”, a coisa está a federrrr.

Então é esporte? É política? Ou é o que a Carol quiser?

– Ela é uma atleta profissional e recebendo muito bem para: JOGAR VÔLEI! Mas resolveu no meio de uma entrevista gritar “FORA BOLSONARO. Instalou-se a polêmica. Carol Solberg acabou sendo denunciada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Foram dois artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva: 191, “deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição”. E o 258, por “assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código à atitude antidesportiva”. Respeitando o direito a liberdade de expressão, em um país livre, vale ressaltar a responsabilidade de uma atleta que influencia crianças. E será que receber medalha de bronze, depois de uma competição, se utilizando de um canal de TV era o espaço e momento certos? Carol te dou o maiorrr apoio, mas que tal ler o regulamento das competições que você disputa? Fica a dica.

Clip da Semana