fbpx
Saúde & Bem Estar

Mosquito Aedes Aegypti, origem e informações importantes

Mosquito Aedes aegypti

O Mosquito Aedes aegypti surgiu no Egito, e no século 16, espalhou-se pelas regiões tropicais e subtropicais do planeta. Passou a frequentar as terras brasileiras no período colonial, trazido pelos navios negreiros.

De anonimo, começou a ficar conhecido como o transmissor da dengue e da febre amarela urbana.

Seu corpo é menor que dos mosquitos comuns, é preto, com listras brancas e asas transparentes. Como um ilusionista, o mosquito faz as suas vítimas por provocar um ruído quase imperceptível aos ouvidos humanos.

O Aedes Aegypti vive em média 30 dias e as fêmeas chegam a colocar entre 150 e 200 ovos cada uma!

O macho alimenta-se unicamente de frutas. Já a fêmea necessita de sangue para o amadurecimento dos seus ovos. Ela ataca pela manhã e ao entardecer. Sua picada é quase indolor por causa de sua saliva, que possui uma substância anestésica. Seus ovos são depositados próximos a superfícies de água limpa, local que oferecerá melhores condições para sobreviverem e se desenvolverem. Quando postos são brancos, mas logo ficarão negros e brilhantes.

Os locais preferidos para a postura dos ovos são: latas e garrafas vazias, pneus, calhas, caixas d’água descobertas e pratos. Ou seja, todo objeto que armazena a água da chuva. O mosquito também procura criadouros naturais, como bromélias, bambus e buracos em árvores para depositar seus ovos. O período que leva entre a postura dos ovos até o nascimento das larvas é entre 7 e 9 dias.

Se uma fêmea contaminada pelo vírus da dengue depositar seus ovos, os seus filhotes também poderão transmitir a doença.

Quando adultos, tanto os machos quanto as fêmeas, costuma abrigar-se dentro de casas e apartamentos, áreas cobertas ou jardins.

Fonte da pesquisa: Ministério da Saúde e Agencia Brasil

Veja também:
👉 Aumento de casos de Dengue e óbitos assustam em 2019
👉 Saiba as principais diferenças entre dengue comum e a hemorrágica

Rio Notícias

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Clip da Semana