fbpx
Saúde & Bem Estar

O que são implantes dentários? Indicações, duração e contraindicações

O que são implantes dentários? Indicações, duração e contraindicações

Informando-se sobre implantes dentários.
Primeiramente, para solucionar a perda dentária, nada como um implante. Entretanto, é necessário! Assim como, avaliar bem em quais pessoas é indicado (tarefa do cirurgião dentista), procurar por clínicas com total garantia e, uma vez colocados, saber os cuidados necessários (tarefa do paciente, orientado pelo cirurgião).
Os implantes são colocados por meio de uma técnica cirúrgica que varia de acordo com o paciente, a mandíbula ou maxila, e o número de peças perdidas.

Para obter as melhores chances de sucesso, vários requisitos devem ser levados em consideração:

  • O paciente deve estar totalmente informado sobre alternativas existentes, bem como os riscos e benefícios.
  • Deve-se ter volume ósseo suficiente para acomodar os implantes em suas mandíbulas. (Não se preocupe! Existem técnicas para obter suporte ósseo adequado para implantes dentários).
  • É preciso saber importância da manutenção diária e das técnicas de higienização adequada. Além disso, o paciente deve estar disposto a seguir uma verificação profissional em intervalos de tempo para ajudar a evitar problemas futuros.
O que são implantes dentários? Indicações, duração e contraindicações

Quem pode fazer implante?

Graças ao avanço das técnicas cirúrgicas, quase todas as pessoas são candidatas à colocação de implantes, mas, existem contraindicações relativas e absolutas que devem ser analisadas para avaliar a relação entre risco e benefício.

Contraindicações relativas

  • Pacientes diabéticos não controlados, pois apresentam maior risco de infecção.
  • Pacientes fumantes. Os fumantes têm 2,5 a 6 vezes mais probabilidade de perder implantes do que os não fumantes.
  • Adolescentes devem aguardar o término da fase de crescimento, que geralmente corresponde a 16 anos nas mulheres e 18 nos homens.

Contraindicações absolutas

Baseia-se principalmente em patologias ou condições sistêmicas que afetam a integridade do paciente, doenças não controladas ou alterações relacionadas à coagulação, metabolismo ósseo.

Quanto tempo dura um implante?

Estima-se a vida média de um implante em 25 anos. Este período pode ser prolongado quando uma técnica de implante correta é utilizada e o paciente pratica uma boa higiene.
Os materiais usados para os parafusos do implante são considerados hipoalergênicos. Portanto, o risco de rejeição não é um grande problema para a permanência do implante.
Um implante localizado em leito ósseo adequado, em um paciente consciente e em conformidade com a higiene e com cuidados profissionais, não deve ter prazo de validade.

Cuidados essenciais com implantes

A higiene bucal deve ser baseada no controle mecânico e químico da placa bacteriana, que atinge tanto os dentes quanto os implantes.

O que são implantes dentários? Indicações, duração e contraindicações

Controle mecânico

É realizado com a técnica de escovação elétrica, fio dental e irrigadores orais. Os irrigadores, que complementam mas não substituem a escova e o fio dental, são aparelhos elétricos que produzem um jato de água que é aplicado diretamente nos dentes e gengivas para retirar restos de alimentos.

Controle químico

Os cremes usados para higiene bucais mais adequados são aqueles com propriedades anti-sépticas e antibacterianas, e com fórmulas avançadas que oferecem maior eficácia.
Também podem ser utilizados enxaguantes, desde que indicado pelo profissional.

Quer fazer um implante? Uma dica.
www.oral360.com.br

Por: Elaine Januário

Rio Notícias

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Clip Pedro Mahal

Clip Caio Batalha

GeraLinks - Agregador de links