fbpx
Empreendedorismo

Venda seus itens usados e garanta uma renda extra durante a quarentena

A prática de acumular bens usados é muito comum. Mas vender os seus itens usados ou seminovos na Internet não é apenas um meio de ganhar renda extra, mas também de promover o reaproveitamento de bens. Confira algumas dicas e veja como sair lucrando!

Na maioria das casas, existem objetos que não são mais utilizados, mas, que ainda assim são mantidos por uma simples questão de apego ou mesmo de falta de tempo para vendê-los. Entretanto, agora, todos podem aproveitar a quarentena, em que o isolamento social é necessário, para organizar tais objetos e negociá-los.

Neste momento em que muitas pessoas encontram-se em casa, é possível gerar uma renda extra de forma simples e fácil. E não é preciso nem mesmo se preocupar em relação ao anúncio, pois eles podem ser feitos no Zip Anúncios, o melhor classificados gratuito da Internet! É possível inserir um anúncio ou encontrar um produto perto de onde deseja, buscando por cidade e região.

Venda seus itens usados e garanta uma renda extra durante a quarentena
imagem:
https://www.freepik.com/drobotdean

Como mencionado, todo o processo pode ser feito pela Internet, facilmente. Mas, é preciso se atentar também à escolha dos itens e como anunciá-los. Felizmente, para facilitar o processo, iremos dar algumas dicas em relação a tais questões. Confira!

Dicas para vender seus itens usados

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Ibope, pelo menos 38% dos brasileiros têm em suas casas objetos sem utilidade, que poderiam estar à venda. E, tudo isto significa um potencial de R$ 105 bilhões, o que é, em média, R$ 1.864,16 por pessoa.

Assim, principalmente neste período de crise financeira em que o mundo se encontra, obter este dinheiro é uma necessidade. Esta é uma renda extra fácil de conseguir, visto que os objetos que irá vender não irão fazer falta.

Esta venda de itens seminovos e usados é uma forma de promover o reaproveitamento dos objetos, uma iniciativa sustentável que está se tornando tendência. Afinal, algo em excelente estado que não é útil para uma pessoa pode ser de necessidade para outra.

E, ambas as partes irão se beneficiar com a transação, visto que uma irá obter um dinheiro inesperado e a outra pode adquirir um bem por um preço mais em conta. Onde vender itens usados?

garanta uma renda extra
imagem:
https://www.freepik.com/drobotdean

Muitas pessoas acham que é difícil vender seus itens usados ou seminovos. Mas com a Internet, isto pode ser feito facilmente. Pode-se usar a plataformas como o OLX ou Zip Anúncios.

Escolha dos itens usados para vender

Já escolhida a plataforma da venda, chegou o momento de separar todos os itens que poderão ser vendidos. Esta é uma parte difícil, pois muitas pessoas não conseguem se desapegar de certos objetos. Mas, é preciso ter objetividade e entender o que não é mais útil.

Assim, para iniciar o processo, faça uma lista, com todos os objetos que podem ser negociados. A fim de organizar a sua busca, olhe em cada cômodo da casa, e organize todos os itens em um só local. Pense, primeiro, há quanto tempo você não utiliza o item. Se este período for mais de 3 meses, e você não tiver mais pretensão de usá-lo, coloque-o na lista. Mas, antes, certifique-se de que está em bom estado e que pode ser vendido.

Venda seus itens usados
imagem:
https://www.freepik.com/master1305

Em relação à roupas, veja se não há manchas ou rasgos. E, no que se trata de objetos, observe se ele ainda serve para o seu uso ou se pode ser consertado facilmente. Esta parte de conserto é especialmente vantajosa em relação à eletrônicos, pois muitas pessoas compram itens danificados para os repararem.

Abaixo, confira uma lista de possíveis itens para serem vendidos:

  • Roupas
  • Brinquedos
  • Eletrônicos
  • Móveis

Atenção ao fotografar

Após escolher os itens, será preciso fotografá-los. Mas, é preciso estar atento à esta questão, pois a foto deve valorizar os itens. Assim, elas irão fazer muita diferença para os compradores, pois são as fotos que passam a primeira impressão do produto. Logo, no momento de fotografar, atente-se primeiro ao local. Dê preferência à fundos neutros, que contrastem com o item que será vendido. Por exemplo, caso seja uma roupa branca, fotografe-a em um fundo azul, vermelho, etc.

garanta uma renda extra durante a quarentena
imagem:
https://www.freepik.com/halayalex

Também, sempre dê preferência para a luz natural, ao invés da luz de flash. Caso tenha, use as ring lights, que são luzes fortes próprias para fotos. E, esteja atento ao foco da câmera, para que o objeto esteja visível. Por fim, tire fotos de diversos ângulos, para que o comprador possa ver o item em seu todo.

O anúncio

Seja sempre sincero no seu anúncio. Não deixe de mencionar marcas de usos, manchas, defeitos, rachaduras, dentre outras questões. É muito importante que o comprador saiba exatamente o objeto que está adquirindo, e não seja enganado no momento da compra. Mas, valorize o seu item, mostrando as suas utilidades, funcionalidades e a boa conservação.

imagem:
https://www.freepik.com/master1305

Em relação à roupas e acessórios, sempre especifique o tamanho, marca e o tempo de uso. Neste caso, é interessante tirar as fotos com uma pessoa utilizando, para valorizar o produto.

E, no que se trata de eletrônicos e outros objetos, escreva todas as especificações possíveis, como marca, modelo, se há ou não garantia, possíveis defeitos, etc. Já os livros devem sempre possuir informações quanto ao título, autor, ano da edição, editora e marcas de uso. Por fim, é só aproveitar a plataforma e divulgar seus produtos!

Clip da Semana